Não só de produtos vivem as propagandas

Você já notou como se sente ao assistir uma propaganda? Sem dúvidas, alguma já te emocionou. Você lembra qual? Pessoalmente, as da Coca-Cola de fim de ano sempre me emocionam. Elas seguem um padrão ano após ano, com o famoso caminhão vermelho iluminado, mas talvez seja esse toque de nostalgia que mexe tanto comigo.

 

Nas últimas semanas, por exemplo, muito se falou do anúncio do Itaú com a Fernanda Montenegro e a pequena Alice, que fala palavras bastante complicadas para a idade dela. Períodos de Natal e Ano Novo são bastante conhecidos pelos comerciais mais sensíveis que buscam ampliar noções de família, amizade, união, amor ao próximo. O cansaço de fim de ano com a esperança de um recomeço é algo que sai da vida real diretamente para as telas de TV, computador e celular. E a conexão com esse sentimento tão aflorado é o que dá o principal tom das propagandas nesse período. Nesse último ano, com a exaustão geral com a pandemia, a emoção e o reforço de que o novo está chegando se fez ainda mais necessário e presente.

 

Então você me pergunta, para quê investir nesse tipo de propaganda que não necessariamente fala do meu produto? Se você já me acompanha há algum tempo, você já leu algum artigo meu falando sobre a importância de humanizar sua marca para se conectar com seu público. Essa é a lógica, não adianta você simplesmente tentar empurrar sua marca para seu público. Ele vai se conectar e priorizar com quem se faz lembrado e se preocupa em produzir um conteúdo aderente com o que ele acredita (desde que esteja ligado à sua persona e a sua verdade). E aderir a períodos e momentos que abraçam uma causa, uma festividade ou uma cultura local reforçam certos atributos importantes para essa conexão!

 

Vou fazer um convite. Que tal prestar atenção aos comerciais que passarão a ser veiculados agora no verão? A retomada à rotina com a vacinação, a vida lá fora, momentos de alegria e diversão, culminando no carnaval (ainda que não saibamos ao certo sobre a realização dos festejos).

 

Convido a esse exercício e vou adorar que você me escreva contando suas perspectivas: repare nas cores, nas imagens, nas mensagens, nas marcas e reflita sobre seus respectivos públicos-alvo, persona, missão, valores e sua conexão com os produtos em questão. O mesmo vai ocorrer no dia das mães, no dia dos pais, em São João e em tantas outras efemérides. Vale a pena prestar a atenção e pensar como sua marca se posicionaria naquele momento sem tentar vender um produto em si. Aguardo ansioso por seu contato. É só escrever para contato@lepera.com.br

Branding
& Digital

Parceiro Oficial Programa Google Partners
Fale conosco

Contato

contato@lepera.com.br
+55 11 3045 6009

© 1989 – 2022 – LE PERA COMUNICAÇÃO LTDA – CNPJ: 05.154.130/0001-00
e-book

Você sabe contratar uma agência?

Preparei algumas dicas e um material que pode ajudar nesta tarefa.